COLUNA TEXTOS VIDA IMAGENS RECADOS

Jânio Quadros consultou Sarney

Por intermédio de pessoa de confiança, o prefeito Jânio Quadros consultou o presidente José Sarney sobre se tinha candidato preferencial ao governo de São Paulo."Se o presidente não tiver preferências", teria dito o prefeito, "basta-me a resposta do tribunal eleitoral à minha consulta".A resposta do tribunal, como se sabe, diz que autoridades não podem participar da propaganda de candidatos a eleições. Manifestar uma opção não seria propriamente fazer propaganda, mas o prefeito Jânio Quadros, ao ouvir, como resposta, que o presidente Sarney não interfere na sucessão paulista, assegurou: "Então basta-me a resposta do tribunal eleitoral".

Dada a imprevisibilidade das reações do personagem, pode ser que o Sr Jânio Quadros não recomende qualquer dos candidatos a governador de São Paulo, mas também pode ser que acompanhe as tendências manifestadas por sua filha, a candidata a deputada Dirce Maria, e sua esposa, dona Eloá, eleitoras, ao que consta, do Sr Antônio Ermírio de [...]
06/11/1986

Ele parecia muito com as minhas tias velhas lá do Piauí, é o mesmo tipo de cara, mesmo tipo de gente. (sobre o presidente Castelo Branco)

Carlos Castello Branco, o repórter do Brasil
Texto de Zózimo Tavares

"O Piauí teve, sim, outros expoentes, mas foi Carlos Castello Branco, o menino da Rua da Glória, a nossa glória maior”

Durante mais de meio século, ele foi o repórter político do Brasil. Um repórter que soube interpretar o país, na agonia de duas ditaduras e na esperança de duas redemocratizações; no suicídio de um presidente da República (Getúlio Vargas), na renúncia de outro (Jânio Quadros), na deposição de mais um (João Goulart) pelas armas e no impeachment de outro (Fernando Collor) pelas armações. [+]

Ao metre
Texto de Merval Pereira

No dia 25, o jornalista Carlos Castello Branco, uma espécie de patrono dos colunistas políticos brasileiros, o maior entre nós todos, teria feito 90 anos. Reproduzo aqui trechos do prefácio que escrevi para a reedição de seu livro clássico “Os militares no poder”, da Editora Record. E adianto que brevemente estarei lançando um livro, pela mesma editora, com o título de “O lulismo no poder”, uma homenagem ao mestre. [+]

Na seção TEXTOS você encontra todas as "Colunas do Castello" publicadas diariamente entre os anos de 1963 a 1993, além de entrevistas, discursos e correspondências. [+]

Os fatos narrados de forma precisa, clara e direta.
Desde Jânio Quadros até Fernando Henrique Cardoso.
[+]