COLUNA TEXTOS VIDA IMAGENS RECADOS

Ex-chanceler opina sobre a reforma do Itamarati

"Depois de deputado e governador do meu estado, tornei-me diplomata diletante após exercício do cargo de ministro das Relações Exteriores no governo Sarney", disse-me Roberto de Abreu Sodré em carta na qual junta cópia de sua resposta à consulta que lhe fez o ministro Francisco Rezek sobre a reforma do Itamarati. "É a minha contribuição, aprendida nos quatro anos e dois meses de exercício do Ministério", acrescentou. Eis o que depois de palavras introdutórias e gratulatórias ele disse a Rezek:
"Vossa Excelência, já de há muito, tem opinião a respeito do funcionamento do Itamarati, reforçada agora a partir da reforma empreendida no dia seguinte à posse do novo governo. Não tenho conhecimento do teor do anteprojeto, o que me impede fazer pronunciamento com maior profundidade. No entanto, posso dar-lhe meu testemunho de que sempre considerei, no meu tempo à frente da Chancelaria, que a Secretaria Geral exercia um papel fundamental na atuação do Itamarati. E quando falo em [...]
09/01/1992

"O Brasil precisa deixar de conviver com golpes."
18/3/90

Carlos Castello Branco, o repórter do Brasil
Texto de Zózimo Tavares

"O Piauí teve, sim, outros expoentes, mas foi Carlos Castello Branco, o menino da Rua da Glória, a nossa glória maior”

Durante mais de meio século, ele foi o repórter político do Brasil. Um repórter que soube interpretar o país, na agonia de duas ditaduras e na esperança de duas redemocratizações; no suicídio de um presidente da República (Getúlio Vargas), na renúncia de outro (Jânio Quadros), na deposição de mais um (João Goulart) pelas armas e no impeachment de outro (Fernando Collor) pelas armações. [+]

Ao metre
Texto de Merval Pereira

No dia 25, o jornalista Carlos Castello Branco, uma espécie de patrono dos colunistas políticos brasileiros, o maior entre nós todos, teria feito 90 anos. Reproduzo aqui trechos do prefácio que escrevi para a reedição de seu livro clássico “Os militares no poder”, da Editora Record. E adianto que brevemente estarei lançando um livro, pela mesma editora, com o título de “O lulismo no poder”, uma homenagem ao mestre. [+]

Na seção TEXTOS você encontra todas as "Colunas do Castello" publicadas diariamente entre os anos de 1963 a 1993, além de entrevistas, discursos e correspondências. [+]

Os fatos narrados de forma precisa, clara e direta.
Desde Jânio Quadros até Fernando Henrique Cardoso.
[+]