COLUNA TEXTOS VIDA IMAGENS RECADOS

Ulysses decorre do processo

O Deputado Fernando Lyra está no desempenho de missão política do interesse do Governo, provavelmente do Presidente da República. Ele poderá ser o Chefe do Gabinete Civil, o Ministro da Justiça ou simplesmente o líder do Governo na Câmara, mas sua presença na negociação entre o líder Nelson Marchezan e o líder Freitas Nobre para decisivo acordo em torno da formação da Mesa da Câmara evidencia que ele está operando com desenvoltura e com cobertura.

O Sr Fernando Lyra não hostiliza o Deputado Alencar Furtado, cuja candidatura a presidente da Câmara ele ajudou a sepultar num acordo que o PDS não recusará, simplesmente por ter sabido o líder desse partido obter um quinhão irrecusável de participação. O PDS poderá brigar internamente pela primeira e pela segunda secretaria da Câmara mas não rejeitará esses postos, em nome dos vetos do Sr Calim Eid, distante intérprete do Deputado Paulo Maluf. O Deputado Édison Lobão, malufista com mandato, já endossou o acordo e se prepara [...]
07/02/1985

A oposição tinha deixado de ser idealista, passou a ser oposição de luta armada... para derrubar o regime militar. E os militares responderam com a maior violência: prendendo, torturando e matando. Aí foi uma coisa no estilo argentino: de parte a parte.

Carlos Castello Branco, o repórter do Brasil
Texto de Zózimo Tavares

"O Piauí teve, sim, outros expoentes, mas foi Carlos Castello Branco, o menino da Rua da Glória, a nossa glória maior”

Durante mais de meio século, ele foi o repórter político do Brasil. Um repórter que soube interpretar o país, na agonia de duas ditaduras e na esperança de duas redemocratizações; no suicídio de um presidente da República (Getúlio Vargas), na renúncia de outro (Jânio Quadros), na deposição de mais um (João Goulart) pelas armas e no impeachment de outro (Fernando Collor) pelas armações. [+]

Ao metre
Texto de Merval Pereira

No dia 25, o jornalista Carlos Castello Branco, uma espécie de patrono dos colunistas políticos brasileiros, o maior entre nós todos, teria feito 90 anos. Reproduzo aqui trechos do prefácio que escrevi para a reedição de seu livro clássico “Os militares no poder”, da Editora Record. E adianto que brevemente estarei lançando um livro, pela mesma editora, com o título de “O lulismo no poder”, uma homenagem ao mestre. [+]

Na seção TEXTOS você encontra todas as "Colunas do Castello" publicadas diariamente entre os anos de 1963 a 1993, além de entrevistas, discursos e correspondências. [+]

Os fatos narrados de forma precisa, clara e direta.
Desde Jânio Quadros até Fernando Henrique Cardoso.
[+]