COLUNA TEXTOS VIDA IMAGENS RECADOS

Em Brasília hoje é dia de Urutu

Brasília — Vem vivendo momentos de tensão com a convocação para hoje, às 18 horas, no jardim da rampa do Congresso, do "showmício" pela eleição imediata. A organização do comício dispõe de recursos, fato evidenciado pela sucessão de "flashes" nas televisões Globo, Manchete e Bandeirantes, anunciando a reunião e solicitando a presença do povo, bem como pela presença constante de alto-falantes ao longo da cidade. O local foi cedido pela Mesa do Senado, sem consulta à Mesa da Câmara, consolidando-se a doutrina de que o espaço livre em frente ao Congresso integra o conjunto arquitetônico e urbanístico do qual o legislativo pode dispor livremente. Na cidade, há 27 locais, só no Plano Piloto, definidos em portaria todo começo de ano, para manifestações populares. Neles, não está incluída a rampa do Congresso, inclusão que se torna agora fato consumado, por decisão do senador Jutahy Magalhães.

O Palácio do Congresso dispõe da sua própria segurança (500 homens), mas o ministro [...]
07/07/1987

"Ofereço diariamente na minha coluna um material jornalístico para os cientistas políticos examinarem, aceitarem ou não, e corrigirem. Sou apenas um repórter que oferece subsídios."

Carlos Castello Branco, o repórter do Brasil
Texto de Zózimo Tavares

"O Piauí teve, sim, outros expoentes, mas foi Carlos Castello Branco, o menino da Rua da Glória, a nossa glória maior”

Durante mais de meio século, ele foi o repórter político do Brasil. Um repórter que soube interpretar o país, na agonia de duas ditaduras e na esperança de duas redemocratizações; no suicídio de um presidente da República (Getúlio Vargas), na renúncia de outro (Jânio Quadros), na deposição de mais um (João Goulart) pelas armas e no impeachment de outro (Fernando Collor) pelas armações. [+]

Ao metre
Texto de Merval Pereira

No dia 25, o jornalista Carlos Castello Branco, uma espécie de patrono dos colunistas políticos brasileiros, o maior entre nós todos, teria feito 90 anos. Reproduzo aqui trechos do prefácio que escrevi para a reedição de seu livro clássico “Os militares no poder”, da Editora Record. E adianto que brevemente estarei lançando um livro, pela mesma editora, com o título de “O lulismo no poder”, uma homenagem ao mestre. [+]

Na seção TEXTOS você encontra todas as "Colunas do Castello" publicadas diariamente entre os anos de 1963 a 1993, além de entrevistas, discursos e correspondências. [+]

Os fatos narrados de forma precisa, clara e direta.
Desde Jânio Quadros até Fernando Henrique Cardoso.
[+]