COLUNA TEXTOS VIDA IMAGENS RECADOS

Doutrina Gibson para imagem externa

Brasília (Sucursal) — Ainda não parece definitivamente fixada a doutrina oficial para explicar a campanha contra o Govêrno brasileiro no exterior. Ficamos sem saber se a campanha é movida por grupos esquerdistas internacionais, instruídos por brasileiros exilados, ou se ela é inspirada por correntes econômicas e políticas interessadas em torpedear o processo de desenvolvimento econômico do nosso país.

A última manifestação oficial a respeito está no recente discurso do Chanceler Mário Gibson. Suas declarações não se desdobram com simplicidade e há algo de complexo no pensamento que expôs. Entendemos que o Ministro atribui os ataques dirigidos ao Govêrno a que pertence a grupos ou pessoas que pretendem impedir o êxito de um modêlo de desenvolvimento econômico, adotado pelo Brasil, com base na organização democrática da economia e da política. Se estamos na pista, isso significa que a inspiração da campanha é antidemocrática e que ela é movida, embora em território [...]
30/10/1970

"Sou apenas um pobre nordestino perseguido pela diversidade" (frase predileta)

Carlos Castello Branco, o repórter do Brasil
Texto de Zózimo Tavares

"O Piauí teve, sim, outros expoentes, mas foi Carlos Castello Branco, o menino da Rua da Glória, a nossa glória maior”

Durante mais de meio século, ele foi o repórter político do Brasil. Um repórter que soube interpretar o país, na agonia de duas ditaduras e na esperança de duas redemocratizações; no suicídio de um presidente da República (Getúlio Vargas), na renúncia de outro (Jânio Quadros), na deposição de mais um (João Goulart) pelas armas e no impeachment de outro (Fernando Collor) pelas armações. [+]

Ao metre
Texto de Merval Pereira

No dia 25, o jornalista Carlos Castello Branco, uma espécie de patrono dos colunistas políticos brasileiros, o maior entre nós todos, teria feito 90 anos. Reproduzo aqui trechos do prefácio que escrevi para a reedição de seu livro clássico “Os militares no poder”, da Editora Record. E adianto que brevemente estarei lançando um livro, pela mesma editora, com o título de “O lulismo no poder”, uma homenagem ao mestre. [+]

Na seção TEXTOS você encontra todas as "Colunas do Castello" publicadas diariamente entre os anos de 1963 a 1993, além de entrevistas, discursos e correspondências. [+]

Os fatos narrados de forma precisa, clara e direta.
Desde Jânio Quadros até Fernando Henrique Cardoso.
[+]