COLUNA TEXTOS VIDA IMAGENS RECADOS

Geisel poderá dar uma entrevista

Brasília — Está nas cogitações do Presidente da República dar, antes do fim do ano, entrevista coletiva a jornalistas nacionais e estrangeiros. O assunto vem sendo examinado sob todos os seus aspectos, notadamente o da oportunidade, pois o diálogo franco do Chefe do Governo com a imprensa representará em si mesmo uma abertura política que pressupõe a adoção prévia de providências, algumas possivelmente em curso desde o início do Governo, que fortaleçam o General Gesel para esse tipo de manifestação. A entrevista coletiva, por sua natureza, impõe a liberdade de perguntas, embora, segundo a praxe em nações democráticas, o entrevistado possa invocar o direito de não responder as que afetem a segurança nacional ou de respondê-las sob compromisso de não divulgação. Os americanos, que instituíram a entrevista coletiva presidencial, criaram-lhe as regras seguidas mais ou menos por toda parte. O Presidente fala, segundo seu interesse, on the record ou of the record.

Nessa [...]
29/10/1974

"Ofereço diariamente na minha coluna um material jornalístico para os cientistas políticos examinarem, aceitarem ou não, e corrigirem. Sou apenas um repórter que oferece subsídios."

Carlos Castello Branco, o repórter do Brasil
Texto de Zózimo Tavares

"O Piauí teve, sim, outros expoentes, mas foi Carlos Castello Branco, o menino da Rua da Glória, a nossa glória maior”

Durante mais de meio século, ele foi o repórter político do Brasil. Um repórter que soube interpretar o país, na agonia de duas ditaduras e na esperança de duas redemocratizações; no suicídio de um presidente da República (Getúlio Vargas), na renúncia de outro (Jânio Quadros), na deposição de mais um (João Goulart) pelas armas e no impeachment de outro (Fernando Collor) pelas armações. [+]

Ao metre
Texto de Merval Pereira

No dia 25, o jornalista Carlos Castello Branco, uma espécie de patrono dos colunistas políticos brasileiros, o maior entre nós todos, teria feito 90 anos. Reproduzo aqui trechos do prefácio que escrevi para a reedição de seu livro clássico “Os militares no poder”, da Editora Record. E adianto que brevemente estarei lançando um livro, pela mesma editora, com o título de “O lulismo no poder”, uma homenagem ao mestre. [+]

Na seção TEXTOS você encontra todas as "Colunas do Castello" publicadas diariamente entre os anos de 1963 a 1993, além de entrevistas, discursos e correspondências. [+]

Os fatos narrados de forma precisa, clara e direta.
Desde Jânio Quadros até Fernando Henrique Cardoso.
[+]