COLUNA TEXTOS VIDA IMAGENS RECADOS

Informação e propaganda

Brasília — Aparentemente a idéia é razoável: reunir num só órgão os serviços de informação e de relações públicas do Palácio do Planalto. Criar-se-ia uma espécie de Subchefia da Casa Civil integrada pela Secretaria de Imprensa, a Agência Nacional e a Assessoria Especial de Relações Públicas. Na realidade, a idéia, se oferece o atrativo da economia administrativa, envolve perigos para os quais não parece estar atento o bem sucedido assessor de Imprensa do Presidente da República. O perigo principal está em reunir sob uma mesma autoridade administrativa, sob uma mesma chefia executiva dois setores distintos de atividade governamental — a informação e a promoção, a notícia e a propaganda

A Secretaria, assessoria ou que nome tenha incumbida de transmitir informações da Presidência da República aos órgãos de comunicação não deve jamais permitir que se a confunda com órgãos incumbidos de realizar a propaganda do Governo, por mais bem intencionada que seja essa propaganda e por [...]
21/04/1974

"O Brasil precisa deixar de conviver com golpes."
18/3/90

Carlos Castello Branco, o repórter do Brasil
Texto de Zózimo Tavares

"O Piauí teve, sim, outros expoentes, mas foi Carlos Castello Branco, o menino da Rua da Glória, a nossa glória maior”

Durante mais de meio século, ele foi o repórter político do Brasil. Um repórter que soube interpretar o país, na agonia de duas ditaduras e na esperança de duas redemocratizações; no suicídio de um presidente da República (Getúlio Vargas), na renúncia de outro (Jânio Quadros), na deposição de mais um (João Goulart) pelas armas e no impeachment de outro (Fernando Collor) pelas armações. [+]

Ao metre
Texto de Merval Pereira

No dia 25, o jornalista Carlos Castello Branco, uma espécie de patrono dos colunistas políticos brasileiros, o maior entre nós todos, teria feito 90 anos. Reproduzo aqui trechos do prefácio que escrevi para a reedição de seu livro clássico “Os militares no poder”, da Editora Record. E adianto que brevemente estarei lançando um livro, pela mesma editora, com o título de “O lulismo no poder”, uma homenagem ao mestre. [+]

Na seção TEXTOS você encontra todas as "Colunas do Castello" publicadas diariamente entre os anos de 1963 a 1993, além de entrevistas, discursos e correspondências. [+]

Os fatos narrados de forma precisa, clara e direta.
Desde Jânio Quadros até Fernando Henrique Cardoso.
[+]